FALE CONOSCO

Notícias

Voltar para listagem de notícias

05/11/2018

Hospital Regional de Jundiaí inicia procedimentos para tratar insuficiência cardíaca

Primeira cirurgia de revascularização do miocárdio foi realizada em julho deste ano 

Reconhecido como unidade especializada em procedimentos cirúrgicos, o HRJ iniciou uma nova fase no atendimento a pacientes com problemas cardiovasculares. A primeira cirurgia de revascularização do miocárdio (ponte de safena) ocorreu no dia 18 de julho de 2018, comandada pelo cirurgião Dr. Roberto Rocha e equipe. “Atendemos um paciente de 71 anos, cuja situação era grave e que estava internado desde janeiro, acompanhado pela família. A esposa dele ficou aqui durante os 6 meses”, comenta Dr. Adolfo Martin da Silva, Superintendente Médico do HRJ. 

O hospital já vinha se preparando para realizar cirurgias cardíacas desde o ano passado, quando começaram os levantamentos das necessidades técnicas e financeiras. Em março deste ano, a unidade conseguiu a aprovação do projeto pelo governo do Estado de São Paulo em parceria com o Instituto de Responsabilidade Social Sírio-Libanês, que administra a unidade, e em junho já contava com 6 leitos pós-operatórios na Unidade Coronariana. 

A partir de então, o HRJ ampliou os serviços à comunidade, que agora pode contar com todo o apoio e suporte de um time preparado em uma unidade hospitalar capacitada para realizar cirurgias cardíacas de alta complexidade. A revascularização do miocárdio é indicada nos casos em que a angioplastia (procedimento mais simples) não seria suficiente para garantir o pleno funcionamento do coração. 

Com o êxito do procedimento inicial, foram realizadas mais 25 operações de alto risco até o mês de outubro. “Conseguimos eliminar a fila de longa permanência no HRJ, priorizando os casos mais graves. Os demais pacientes podem aguardar a data da cirurgia em casa”, explica o superintendente. O hospital também realiza em média 200 cateterismos e 40 angioplastias por mês e todos os procedimentos são auditados de acordo com os padrões internacionais de monitorização de tratamento de pacientes, em conformidade com o Consórcio Internacional de Medição de Resultados de Saúde (ICHOM na sigla em inglês).

HRJ já realizou mais de 5.000 procedimentos 

A angioplastia é um procedimento comum e menos invasivo do que a ponte de safena. Por meio de um cateter balão introduzido na artéria coronária é possível inflar e desobstruir o vaso sanguíneo. Em alguns casos, é necessário o implante de uma prótese endovascular conhecida como stent, utilizado para manter a artéria aberta. No dia seguinte, o paciente já recebe alta. Até outubro deste ano já foram realizados mais de 5.000 procedimentos de Hemodinâmica no HRJ. A unidade conta com equipamentos de última geração e oferece estrutura completa para diagnósticos e tratamentos de diversas doenças que afetam o sistema circulatório.

Fonte: Comunicação IRSSL

Endereços de atendimento
Atendimento Médico AME   •   Hospitais de Atendimento   •   Serviço de Reabilitação

Instituto de Responsabilidade Social Sírio-Libanês
Matriz: Rua Peixoto Gomide, 316, Bela Vista, São Paulo - Telefone: 55 (11) 3394-5705
E-mail: faleconosco@irssl.org.br